quinta-feira, 19 de julho de 2018

Olhando para o que não gosto

Tenho estado com muitas coisas sobre a mesa, e de alguma forma acabei transformando a mesa da sala em mesa de trabalho. Talvez seja a comodidade por ser uma mesa bem espaçosa e eu possa, assim, me espalhar (rs).

Sim gosto de pastas, papéis, canetas, marcadores, réguas, agendas (de trabalho tenho 3), ou seja, gosto de tudo que possa dar vida ao que eu vou criando pelos dias que seguem aos meus compromissos. 

Como sala tenho alguns planos para ela já algum tempo. Tenho uma parede que está como na foto. Não gosto, mas é como está no momento. Tenho trabalhado de frente para essa parece ultimamente, e isso só me faz lembrar o quanto os meus planos para a mudança precisam ocorrer. 

Segue a foto...



A parde é composta de  uma mesa de escrever seguida de um aparador, assim foi toda a parede, ela tem 3.20 de largura mais o espaço da porta, o que daria por volta de quase 4 metros.  Quero aproveitar o móvel, mas organiza-lo de outra forma. 

Impressora, toca disco e mais algumas coisas irão desaparecer do espaço. como também os quadros que estão na parede que não tem muita harmonia...Preciso de harmonia. 

Nas pesquisas que fiz encontrei uma parede que na verdade tem tudo haver com o que eu quero. Tem vida e aconchego.




Na verdade é uma escrivaninha no meio de pequenos quadros espalhados na parede, somado o espaço a muitas plantas. Ganhou vida e aconchego.  Dentro de outro ângulo o mesmo espaço abaixo. 




Embora tenha, na foto,  uma estante para livros,  não pretendo tê-la. Quero armazenar os livros no próprio aparador, arrumado de forma correta vou cumprir sua função dentro do que espero. 

Vou organizar esse espaço e pensar no que vou colocar na montagem desses quadros.  Não é difícil organiza-los, todos seguem uma proposta de informação, mantendo a mesma moldura preta e o fundo branco. Gostei disso. 

Enfim...Tenho a insatisfação e uma idéia que satisfaz, agora é definir o fazer acontecer...esse é o caminho. 







segunda-feira, 16 de julho de 2018

Que venha a semana!




Ontem pensei sobre a organização do tempo e das atividades, lembrei sobre o programa que fiz para mim há alguns anos atras, e o quanto  funcionou  bem. Procurei..procurei e achei.

Vou  refazê-lo, dentro da minha rotina de agora, e colocá-lo em prática. Quando fiz esse programa eu estava fora do Brasil e tinha o dia bastante corrido também. Além das minhas coisas pessoais eu tinha a casa que era toda responsabilidade minha, 3 filhos na escola, em alguns períodos 4 filhos, e compromisso de comida, limpeza, roupa e de ser "motorista" que hoje não tenho. Mas consegui tirar proveito do tempo, e aproveitá-lo.

Preciso de algumas situações na minha vida de volta, gosto muito dessa soma de compromissos e desafios, mas preciso de outras situações que me renovam e preenchem...

Agora com o modelo nas mãos, vou rascunhar cada etapa de horário e atividade para que eu inicie o mais rápido.


Pulando de um ponto para outro, estamos com o frio intenso ainda apor aqui. Embora seja inverno e o frio seja esperado, dentro da minha casa é um inverno dobrado, é muito fria essa casa..

Uma das peças que gosto muito nessa estação são os lenços e echarpes, aquecendo o pescoço me sinto mais quentinha...

Bem, que venha a boa semana, o bom frio e muito bons cafés...ele deixam minha vida mais proveitosa.

Que bom estar novamente aqui escrevendo...que bom! Preciso mesmo retornar algumas rotinas, de verdade!




domingo, 15 de julho de 2018

Buscando na memória bons resultados

Saudade do meu Blog...de ficar por aqui escrevendo e lendo outros blogs, como gosto de fazer isso. Mas a vida anda corrida  e pouco tenho tido  tempo mais livre... Na verdade não é a minha vida em especial, mas a vida de boa parte dos habitantes desse planeta, a vida anda na velocidade da luz.  Muitas e muitas pessoas reclamam da mesma ausência de tempo. Por que nos falta tempo???

Bem...acho que colocamos compromissos demais em nossa rotina, projetamos muito, abraçamos causas, ideologias, ideias e responsabilidades (pelo menos comigo tem sio assim), acho que com boa parte. 

Há uns anos atras eu trabalhei com um cronograma de atividades, e era fantástico, conseguia fazer tudo que era preciso (ou abraçado) e ainda sobrava tempo para cinema, escrever, ler e muito mais. Hoje pensava nisso, e minha rotina era também puxada. Planejamento é tudo, é base de qualquer ação que precise ocorrer.

Vou seguir de volta esse cronograma que criei, procurar por ele nas minhas pastas e fazê-lo novamente acontecer. É muito bom...ordem e disciplina são as bases para um bom funcionamento. Como acredito muito nessas duas iniciativas, hora de retornar com o que somou positivo. 

Amo tudo que estou fazendo, nada me cansa ou me causa  peso, apenas preciso colocar em ordem essa rotina para que outras coisas que me fazem muito bem (e sinto falta) possam novamente voltar a fazer parte. Blogar por exemplo!


domingo, 17 de junho de 2018

Teve aniversário por aqui...

Lá se vão vinte e quatro anos de caminhada... Os gêmeos comemoraram mais um ano de estrada. Novos desafios, mais maturidade, novos projetos e recomeços vindo pela frente. Assim é a vida e assim sempre será, e essa é a grande beleza do existir, a renovação constante do que somos. Sim vamos ter bolo!

Esse mês foi um divisor de águas na minha rotina, muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo, e eu muito feliz por tudo isso. Sempre bom ter a confirmação do que somos, do que gostamos de fazer, das verdades que carregamos dentro de nós. A vida sempre nos movimenta nesse sentido para que possamos nos fortalecer e conhecer mais e mais de cada um de nós. Eu me amo de verdade e tudo mais que acontece ao meu redor.

Tenho trabalhado bastante e isso também é muito bom, mas o que mais tem me deixado nesse estado de plena realização é motivar tanta autoestima como o meu trabalho tem feito. Lido diariamente com muitas histórias de vida, diferenças físicas e emocionais, conheço e reconheço pessoas e isso é muito legal. Por mais que a base do trabalho seja a mesma, o resultado e o exercício do trabalho é sempre novo.

Muitos projetos também nasceram nesse mês de Junho, o ano é dividido em semestre e esse que chega dá sinal de que vai ser movimentado, e isso me faz bem.

Tenho sentido falta de curtir minha casa (o tempo tem sido pouco para isso). Sinto falta de enfeita-la, de ouvir música, de escrever, de criar um enfeite, ou escolher uma nova planta para um espaço especial. Sinto falta de colocar uma música do meu CD predileto, abrir uma garrafa de vinho e navegar nos blogs que sigo. Como goste de me distrair lendo histórias.

Mas não podemos ter tudo, e sinto que esse período é o tempo de semear novos horizontes, e preciso fazer isso acontecer.  Vou procurar ser mais cuidadosa com minha saudade e encontrar um tempo na agenda para fazer o que me completa na paz que preciso.

Hoje é dia 16 de Junho, tem almoço com filhos, tem trabalho, e precisa ter bolo... E segunda tem que ter bolo de novo para tia Silvia festejar conosco... ela é uma querida!

Obrigada Deus por tudo...obrigada, obrigada e obrigada!





domingo, 10 de junho de 2018

Cozinha e Fotografia!

Tenho estado bem atarefada com alguns projetos...muitos ainda pulando na cabeça, mas em breve acontecendo (se Deus quiser e eu correr atrás). Com isso não tenho tido muito tempo para estar na casa cuidando da casa... Hoje lido com essa questão de uma forma muito diferente, filhos cresceram as prioridades são outras, o tempo é outro.

Preocupação e responsabilidade com filho serão sempre as mesmas, aliás, eles crescem e não muda muito, mas a nossa vida muda, rola uma pausa, podemos direcionar nossa atenção para outras questões, inclusive para nós mesmas.

Não considero filho um empecilho, jamais. Eu nem poderia já que tive tantos, mas eles adultos as experiências são bem diferentes, e eu estou nesse tempo agora.

Cada um na sua tarefa, na sua relação, no segmento que lhe completa. Isso é o que importa, e eu...no meu também, vivendo minhas oportunidades.

Cozinhar é algo que eu quase não faço, não faço por estar envolvida com meu trabalho todo o dia.  Tia Silvia cuida disso para mim, cuida como ninguém... O outro motivo é que gosto de cozinhar quando sinto vontade, quando incorporo bate a masterchef por aqui (não é sempre).

Hoje embora tenha sido um dia de trabalho, foi dia de ter vontade de ir para cozinhar preparar uma massa, mesmo que simples, mas regada a muito azeite, orégano, tomate, paio e parmesão, um delicioso spaghetti. (adoro massa).

 No intervalo da minha agenda parti para cozinha, coloquei uma taça de vinho suave fiz um almoço regado de muito amor... Alimentar a alma ou o corpo é sempre muito bom.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...