sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Nathalia, você será sempre a minha florzinha.

Querida Nathalia...

A vida passa rápido demais, muito veloz, e muitas das vezes não nos damos conta do quanto a vida ficou para trás, carregamos as lembranças do que ela nos deixa, e assim nossa caixa de recordação vai aumentando com aquilo que não podemos deixar,   Algumas serão sempre guardadas no coração, pois não há como materializá-las, são as  emoções vividas. Outras conseguimos ornamentar em alguma peça especial e a carregamos por toda a vida aonde estejamos.

Os filhos são assim, os carregamos por todos os lados. Não importa em que idade estejam, sempre de alguma forma estão perto de nós, desde o seu nascimento até a fase atual, as recordações andam conosco, precisamos delas.

Na estrada da minha vida colhi uma flor, era o meu sonho, o meu desejo de colocar nela o que havia dentro de mim, acredito que seja o processo de todas as mães. Não importa aonda a vida nos leva, as quais conclusões e escolhas fazemos, o que temos de melhor fica, sempre. E você tem muita características fortes na sua essência, e isso veio junto com você, faz de você uma amiga e companheira sempre.

Embora longe, meu coração está sempre perto, e para que esteja sempre perto resolvi transcrevê-la, da forma que me dá mais prazer, e onde consigo melhor me expressar... escrevendo.



Antes de viajar para cá resolvi organizar um espaço para chamar de nosso, das nossas lembranças.  Escolhi o tecido, fiz a montagem, levei na gráfica e encomendei a encadernação. Aqui falo de você, falo de mim, falo de nós duas. Aqui escrevo para você nossas emoções, e aqui elas ficarão para a vida toda.


Nas páginas deste diário eu voltei a ser criança, adolescente, jovem e adulta também. Aqui posso para você recortar, colar, desenhar, dedicar minhas palavras de carinho e admiração por você. Não existe padrão ou regras, apenas o que quero ser,  buscando encontrar você da melhor forma.




Copiei as fotos, escolhi cada momento que tenha marcado, que tenha sido o grande momento. A sua chegada foi o maior deles. Você me trouxe a vida, a esperança e a vontade de recomeçar...


Daria qualquer coisa nessa vida para te sentir assim mais uma vez...


Aprendemos sobre a vida no decorrer de seus dias de nossas experiências, e é comum a saudade, pois o bom passa rápido demais, mas a saudade alimenta a lembrança. Tivemos altos e baixos, dores e sorrisos, mas nada vence a essência de nossa ligação, jamais.



Trazemos na alma aquilo que faz parte de nós, e a música sempre fez parte da sua vida, sempre causou à você alegria e encanto, desde pequena, estava lá você e seu violão...

É tão bom quando ainda podemos tê-los nos braços, quando ainda cabem em nossas mãos, no nosso controle e acalento...


Quando momentos comuns, diários,  proporcionam tanto prazer, descanso e alegria. Você era assim, se sentia assim. De alguns momentos fazia sua eternidade de bem estar, e eu sentia isso no seu sorriso, na sua forma de me olhar.


Se eu fechar os meus olhos, eu posso reviver cada momento que neste caderno eu registro, e através deles eu posso trazer mais informações. Posso sentir o cheiro da fralda, lembrar da birra do sono que insistia em chegar na hora do baile de carnaval... Você realmente nunca foi de muitas baladas...


Além de emoções, existem os lugares, os que fazem acontecer dentro de nós momentos mágicos, inesquecíveis, e lá naquela charmosa ilha muito você curtiu, todos nós curtimos...

Sempre escutei que você era a minha cara... "como parece com a mãe"... e era realmente a maior das verdades...


Eu te amo, te amo, te amo, te amo e vou te amar sempre, para a eternidade, você é tudo que eu imaginei e esperei que a vida pudesse me dar, você veio para mim como um presente que eu registro aqui cada laço que construímos nestes 21 anos.

,

Você era linda, é linda e será sempre linda. Por que vc é vc, com suas qualidades e defeitos. Obrigada por tudo, e espero neste caderno, que fiz com tanto amor, eu possa deixar para você muito mais do que os nossos olhos possam ver... deixar o que foi de melhor e o que d emelhor juntas construíremos vida a fora.

Beijos Nathalia, filha querida, te amo demais...

8 comentários:

  1. Tudo muito lindo,figuei com mais saudades do meu pequeno,filho é tudo de bom,a melhor coisa da nossa vida,linda recordação para ela,bjo.

    ResponderExcluir
  2. Nossa De, que coisa mais linda do mundo! Sem palavras! =))))

    ResponderExcluir
  3. Que Lindo Dê. emocionei de verdade

    ResponderExcluir
  4. Hoje passei por aqui e quando vi isso logo pensei em fazer para minha filha, achei lindo e entendo tudo que você sente, esse amor tão grande tenho uma filha que hoje está com 7 anos, mas viajei pensando nela com 21. Depois no post abaixo Itaipava, nossa apertou meu coração afinal já se passaram três anos que voltei para o Rio e o pior subúrbio do Rio, quanta diferença. Senti saudades de levar as crianças para o Educandário Menino Jesus, outro clima, outra vida. Também fiz duas cesarianas, foi uma maravilha na última era só um adesivo, não tem nem mais aqueles curativos. Bjs Eliane

    ResponderExcluir
  5. Dê, que LINDO!!! Que sensação gostosa eu tive lendo o seu post! Pq? Pq sou uma pessoa enrolada, que vive querendo fazer um diário desses pra Sofia e vendo como ficou o seu, lindo e simples... PRECISO fazer! Tenho tenta coisa guardada na cabeça, aquelas coisas que, como vc disse, só de ver a foto dá pra lembrar o cheiro...
    Amei esse post!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Quanto amor... Bem emocionada por aqui, viu? Bjo sua linda!

    ResponderExcluir
  7. que coisa mais linda, Dê!!!
    Tenho um álbum assim do meu menino que é o mais velho (primeiro filho!), das meninas não fiz, as tenho muita vontade de fazer algo do tipo para elas... um dia arranjo forças!! rsrs

    beijos, flor!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu carinho!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...